MARMORARIA GRANFORTH

Vintz

CURTA NO FACEBOOK!




quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Tire umas férias das redes sociais para ser feliz, afirma estudo

Quer sentir-se mais feliz, satisfeito com a vida e positivo. Tirar umas férias do Facebook pode ser uma boa ideia. De acordo com uma pesquisa da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, o uso do Facebook afeta negativamente o nosso bem-estar e ausenta-se da rede social aumenta a satisfação com a vida e as emoções positivas.

No estudo, Tromholt dividiu aleatoriamente 1.095 participantes dinamarqueses em dois grupos: o primeiro (de controle) continuou usando o Facebook normalmente, segundo informações da BBC Brasil. Já o segundo (de tratamento) foi orientado a ficar fora da rede social durante uma semana.
Mais felicidade: Os resultados? Ao final do período de ‘intervenção’ os voluntários do grupo de tratamento apresentaram níveis mais altos de satisfação com a vida e de emoções positivas, em comparação com as pessoas que continuaram usando a rede social. Em uma escala de 1 a 10, o nível de satisfação com a vida dos “desconectados” aumentou 0,56 pontos, saltando de 7,56 para 8,12. Já no grupo que continuou usando a rede social, a pontuação subiu apenas 0,08 pontos, passando de 7,67 para 7,75 no fim do experimento.

“Comparando o grupo de tratamento com o grupo de controle, foi constatado que tirar uma folga do Facebook tem efeitos positivos em dois aspectos do bem-estar: nossa satisfação com a vida aumenta e nossas emoções se tornam mais positivas”, relatou Tromholt.

Menos solidão: No último dia do experimento, os pesquisadores questionaram todos os participantes sobre os sentimentos que vieram à tona aquele dia. Entre aqueles que ficaram fora da rede social, 88% relataram que estavam felizes e 84% disseram que curtiam a vida, contra 81% e 75%, respectivamente, dos que continuaram conectados.

Quando analisados sentimentos negativos, como tristeza e preocupação, 34% dos integrantes do grupo que permaneceu no Facebook informaram que estavam tristes e 25% que se sentiam sozinhos. Esses percentuais foram de 22% e 16%, respectivamente, no grupo que se ausentou da rede social.

O experimento também mostrou que quem tirou férias do Facebook apresentou menos dificuldade de concentração, intensificou sua vida social e sentiu que estava desperdiçando menos o seu tempo do que os que continuaram ativos na rede social. “Foi demonstrado que os efeitos [de se ausentar] foram significativamente maiores entre os usuários frequentes do Facebook, os usuários passivos [que tendem a fazer poucas postagens] e aqueles que tendem a ter inveja dos outros”, escreveu Tromholt. 
 
 
 
Publicidade>>>
 
Strella Presente: Venha conhecer a nova coleção da @courocafe
Postar um comentário