MARMORARIA GRANFORTH

Vintz

CURTA NO FACEBOOK!




sábado, 10 de junho de 2017

Acusado de envolvimento na morte de lutador de MMA em Natal, soldado da PM vai a júri popular

Luiz de França foi assassinado dentro de academia em Natal (Foto: Luiz de França/Arquivo pessoal)
Luiz de França foi morto a tiros em 2014. Acusação diz que o soldado Moisés Gonçalo ajudou o assassino a fugir. Tenente Iranildo Félix, que seria o autor dos disparos, foi encontrado morto dentro de quartel onde estava preso.

Está marcado para começar às 8h da terça-feira (13), no Plenário do Tribunal do Júri, no Fórum Desembargador Miguel Seabra Fagundes, em Natal, o julgamento do soldado da Polícia Militar Moisés Gonçalo do Nascimento, de 44 anos. Ele é acusado de participação no assassinato do lutador de MMA Luiz de França Sousa Trindade.

O crime aconteceu em fevereiro de 2014 na frente de uma academia de musculação e artes marciais no conjunto Cidade Satélite, onde a vítima dava aulas. 'Luizinho', como era mais conhecido, tinha 25 anos.


Tenente da PM Iranildo Félix, principal suspeito do crime, foi encontrado morto em dezembro de 2015 dentro de um quartel onde estava preso (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Segundo a acusação, o soldado Moisés pilotava uma moto e teria ajudado o assassino a fugir. O autor dos disparos, no caso, seria o tenente da PM Iranildo Félix, que em dezembro de 2015 foi encontrado morto dentro do 5º Batalhão, onde estava preso. Na época, a Polícia Militar declarou que um agente foi levar a comida do tenente e o encontrou enforcado com um lençol. Iranildo negava o crime.

As investigações apontaram que a morte de Luizinho foi motivada por um desentendimento entre o tenente e o lutador durante treinamentos que ambos faziam na academia.

Moisés Gonçalo do Nascimento é soldado da PM (Foto: Divulgação/Polícia Civil do RN)

Fonte>>>
 
 
Publicidade>>>
 
GIRLEIDE GOMES CENTRO DE BELEZA

Postar um comentário