CASA DOS CICLISTAS

VINTZ SANTA CRUZ/RN

MARMORARIA GRANFORTH

Museu Rural Auta Pinheiro Bezerra

CURTA NO FACEBOOK!




quinta-feira, 17 de março de 2022

Autotestes de covid-19 começam a ser vendidos no Rio Grande do Norte (RN)




Os autotestes de Covid-19 já começaram a ser vendidos nas farmácias do Rio Grande do Norte (RN). Com isso, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) anuncia que os resultados desses testes podem e devem ser notificados à Vigilância em Saúde por meio da plataforma eletrônica Notifica RN.

O sistema, desenvolvido pela Unidade de Gestão de Tecnologia e Sistemas de Informação e Comunicação da Sesap, foi lançado no dia 17 de fevereiro e pode ser acessado no site www.notificarn.saude.rn.gov.br.

Segundo a coordenadora de Vigilância em Saúde, Kelly Lima, o cadastramento da informação de adoecimento é importante para que a Sesap esteja atenta ao cenário epidemiológico. “Garantir que esses resultados irão chegar aos sistemas de informação em âmbito nacional irá reforçar a vigilância do estado do RN. É fundamental que nós possamos entender o cenário de adoecimento, quem são essas pessoas e onde elas estão, para que nós possamos inclusive tomar medidas mais assertivas com relação ao curso da pandemia aqui no RN”, comentou.

O Notifica RN, de acordo com a Sesap, pode e deve ser utilizado por profissionais de saúde ou qualquer cidadão, visando a colaboração da sociedade no acompanhamento da saúde pública do Estado. Todas as informações contidas nos formulários são para fins epidemiológicos e são garantidos o sigilo e a proteção dos dados pessoais sob a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).

A informação é recebida pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS), unidade integrante da Rede Nacional de Monitoramento e Respostas às Emergências em Saúde Pública, que prossegue com a investigação e dá seguimento aos protocolos.

Além das notificações dos autotestes de Covid-19, também estão disponíveis para notificação: acidentes de trabalho, ocorrências com animais, reinfecção por Covid, infecção hospitalar, malformação congênita, entre outros.

TN








Nenhum comentário: