MARMORARIA GRANFORTH

Vintz

CURTA NO FACEBOOK!




quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Secretário do RN não descarta novos confrontos entre facções em prisão

(Foto: Frankie Marcone/Futura Press/Estadão Conteúdo)
Presos iniciaram novo motim na Penitenciária de Alcaçuz, no RN, nesta terça (17) 
 
Isolamento entre os grupos está sendo feito a partir das guaritas, pela PM.
Rebelião na Penitenciária de Alcaçuz teve 26 mortes no fim de semana.

O governo do Rio Grande do Norte não descarta novos confrontos entre as duas facções que estão na Penitenciária de Alcaçuz. No final de semana, 26 pessoas morreram durante uma rebelião no local.

"É possível confronto? É possível confronto porque temos 1.500 presos lá dentro e a polícia vem fazendo a separação desses presos", disse nesta terça-feira (17) Wallber Virgolino, secretário da Justiça e Cidadania (Sejuc) do Rio Grande do Norte. O complexo, no município de Nísia Floresta, na Grande Natal, tem capacidade para 620 presos.

Presos iniciaram novo motim na Penitenciária de Alcaçuz, no RN, nesta terça (17)
A fragilidade se deve ao fato de não haver barreiras físicas que separem criminosos do Sindicato RN, que estão em três dos cinco pavilhões, daqueles do Primeiro Comando da Capital (PCC) - que ocupam um dos pavilhões.

O titular da Sejuc disse ainda que a recontagem dos presos deve ser feita "daqui pra sexta-feira", mas que o retorno dos detentos para dentro dos pavilhões "não é tão fácil porque o presídio está depredado e nós precisamos fazer melhorias".
 
 
 
Publicidade>>>
 
ShowNutri Suplementos e Produtos naturais
Postar um comentário