CASA DOS CICLISTAS

VINTZ SANTA CRUZ/RN

MARMORARIA GRANFORTH

Museu Rural Auta Pinheiro Bezerra

CURTA NO FACEBOOK!




quarta-feira, 6 de julho de 2022

Deputado Tomba Farias denuncia que Cipriano Maia não atende ligações telefônicas e que pacientes do Walfredo Gurgel são mandados para casa e ficam “esquecidos”



Em pronunciamento na Assembleia Legislativa, o Deputado Estadual Tomba Farias (PSDB) lamentou que o secretário de Saúde do Estado, Cipriano Maia, se recusa a atender ligações telefônicas ou recebê-lo no gabinete para tratar da crise da saúde pública que o Rio Grande do Norte (RN), principalmente no que diz respeito a questão de pacientes que não recebem atendimento no Hospital Walfredo Gurgel e são “mandados para casa, onde ficam no esquecimento”.

Tomba Farias destacou que não sabe o que o secretário Cipriano Maia continua fazendo como titular da Secretaria de Saúde no governo Fátima Bezerra. “O secretário não atende telefone da gente (deputados), não sabe quem é o deputado Tomba, nem sabe quem é nenhum deputado que aqui se encontra. Nem recebido por ele eu fui na sua secretaria”, denunciou.

O parlamentar exemplificou a falta de compromisso com os pacientes que procuram atendimento no Walfredo Gurgel. “Temos aqui dois exemplo: a senhora Maria Medeiros de Souto, de 65 anos, teve fratura de punho no dia 14 de junho e essa pessoa está em Santa Cruz há 22 dias sem atendimento. Na semana passada, fui a zona rural de Santa Cruz e quando chego lá me deparo com uma pessoa, Clenilda de Barros Falcão, que se encontra em casa, abandonada, com fratura de clavícula há onze dias.

Para o parlamentar, o cenário de caos na saúde pública do RN tem que acabar. “O lugar de doente é no hospital e não em casa. Tem que se acabar esse ‘negócio’ de ficar ‘limpando’ o Walfredo Gurgel, mandando o povo para casa. Foi assim que morreram muitas pessoas na pandemia, que foram encaminhadas para casa. Fica aqui o meu repúdio e a minha fala a favor das pessoas que não estão tendo direito de contar com uma saúde de vergonha.





Nenhum comentário: