CASA DOS CICLISTAS

VINTZ SANTA CRUZ/RN

MARMORARIA GRANFORTH

Museu Rural Auta Pinheiro Bezerra

CURTA NO FACEBOOK!




terça-feira, 19 de julho de 2022

PAPAI E SUA ÚLTIMA CAMINHADA

 

Foi na terra de Boa Hora que Papai cresceu e morreu. Boa Hora era de sua estima e lhe retribuía cada gota do seu suor derivado do trabalho duro. Foi com este suor de trabalho que educou e formou os filhos – seu maior prazer, sua maior satisfação.

Lá, caído no chão, a terra de Boa Hora, como num gesto maternal ou de velhos amigos que encontram-se, abraçava-lhe enquanto ouvia o último pulsar do seu coração.

Papai faleceu em ano bom de inverno. Tivera as forças revigoradas por ver o açude, símbolo maior do seu abraço, zelo e amor por Boa Hora, cheio. Era 26 de fevereiro de 1968 quando o coração de Severino Bezerra Cavalcanti deixou de bater.

Sobre o lugar do fatídico, mamãe ergueu um cruzeiro. O cruzeiro de Severino, o cruzeiro da última caminhada… para que todos que passassem lembrassem dele com saudades pelo grande agricultor e sonhador que foi. Ainda de pé, o cruzeiro representa a resistência do homem do campo que aconteça o que acontecer nunca deixa de ter fé.

CLEUDIA BEZERRA PACHECO

Nenhum comentário: