agro

MARMORARIA GRANFORTH

VINTZ SANTA CRUZ/RN

CASA DOS CICLISTAS

CURTA NO FACEBOOK!




SANTA CRUZ CLÍNICA VETERINARIA

SANTA CRUZ CLÍNICA VETERINARIA

sábado, 4 de abril de 2020

Idosa de 90 anos morreu de coronavírus 8 dias após sentir primeiros sintomas no RN



A quarta vítima de Covid-19 no Rio Grande do Norte morreu oito dias após sentir os primeiros sintomas do novo coronavírus. A morte pela doença foi confirmada ontem sexta-feira (3) pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), mas aconteceu no dia 28 de março.
Ainda segundo a Sesap, trata-se de uma idosa de 90 anos de idade, que morava em Mossoró, no Oeste potiguar. A Secretaria informou que ela começou a sentir os sintomas do vírus no dia 20 de março.
No dia 24, de acordo com a Sesap, a mulher procurou ajuda médica na rede privada de saúde. Foi quando se teve a suspeita de Covid-19 e foram coletadas amostras para a realização do exame que poderia confirmar o quadro clínico. Quatro dias depois a idosa morreu.
Com 70 novos casos confirmados ontem sexta (3) pela Secretaria Estadual de Saúde Pública, o Rio Grande do Norte passou a ter 176 pessoas com o novo coronavírus – Covid-19. De acordo com o boletim da Sesap, o estado tem outros 2.288 casos suspeitos e 465 já foram descartados para a doença. O RN já registra 4 mortes pela doença, sendo três em Mossoró e uma em Natal.
Os municípios com casos de coronavírus confirmados são Natal (77), Mossoró (43), Parnamirim (17), São Gonçalo do Amarante (9), Assu (6), Extremoz (5), Ceará-Mirim (3), Apodi (1), Baía Formosa (1), Caraúbas (1), Carnaubais (1), Luís Gomes (1), Macaíba (1), Monte Alegre (1), Passa e Fica (1), Santo Antônio (1), São José de Mipibu (1) e Tibau (1).
Os outros 5 casos são de pessoas residentes de cidades de fora do RN que fizeram o teste em território potiguar.
As quatro mortes por Covid-19 no estado potiguar são: um professor de química, de 61 anos, um jovem gastrólogo de 23 anos, que morreu em Natal, um técnico de enfermagem de 48 anos de Mossoró e a idosa de 90 anos.






Nenhum comentário: