CASA DOS CICLISTAS

VINTZ SANTA CRUZ/RN

MARMORARIA GRANFORTH

Museu Rural Auta Pinheiro Bezerra

CURTA NO FACEBOOK!




sexta-feira, 29 de abril de 2022

Casos de sarampo aumentam mais de 75% no mundo em 2022, declara OMS




Os casos de sarampo em todo o mundo aumentaram em 79% esse ano quando comparado com o anterior. Foram mais de 17 mil casos em janeiro e fevereiro de 2022, contra 9.665 casos no mesmo período de 2021. A Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta o aumento de ocorrências por causa da queda da vacinação contra o sarampo, principalmente em crianças abaixo de um ano.

A pandemia do covid-19 impossibilitou as campanhas de vacinação do sarampo e de outras doenças já erradicadas. O que provocou uma queda significativa nos números de aplicações e de crianças protegidas.

A OMS e a UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a infância) produziram um documento que alertam que os países podem estar diante de situações que favorecem o surgimento de surtos graves da doença. Ela pode ser evitada com a vacinação básica oferecida nos postos públicos de saúde. As organizações detectaram também um sinal preocupante para aumentos de riscos e casos de disseminação de outras doenças infecciosas controladas por vacinação. “O risco de grandes surtos aumentou à medida que as comunidades relaxam as práticas de distanciamento social e outras medidas preventivas para a Covid-19 implementadas durante o auge da pandemia”, informa o comunicado da OMS.

Outro possível motivo para a propagação das doenças são os deslocamentos da populações decorrentes de conflitos externos, o que gera a interrupção na rotina de imunização e serviços de vacinação básicas e do covid-19.

“O sarampo é mais do que uma doença perigosa e potencialmente mortal”, disse Catherine Russell, Diretora Executiva do Unicef, em comunicado. “É também uma indicação precoce de que existem lacunas em nossa cobertura global de imunização, lacunas que as crianças vulneráveis ​​não podem arcar”.

Casos de sarampo no Brasil

O ministério da Saúde do Brasil também divulgou um documento sobre a campanha nacional de vacinação contra o sarampo. Os dados revelam que a cobertura vacinal no Brasil não consegue atingir todo o público-alvo.

“As coberturas vacinais municipais ainda são heterogêneas no Brasil, favorecendo a formação de bolsões de não vacinados e a ocorrência de novos surtos, sendo importante a realização de estratégias de vacinação que possam minimizar o risco da ocorrência dessa doença”, informa o documento.

A campanha de vacinação deste ano contra o sarampo terá início dia 4 de abril e irá até 5 de julho. Para evitar surtos da doença em crianças em idade escolar a campanha será focada em crianças de seis meses até cinco anos e profissionais de saúde. O primeiro grupo é formado pelo total de 12,9 milhões de crianças e o governo pretende imunizar 95% da faixa etária.




AGROTRAIRI: VENHA NOS CONHECER E SE SURPREENDA

AGROTRAIRI: VENHA NOS CONHECER   E SE SURPREENDA✆ (84)98837 1913

Avenida Trairí,16 - Bairro 3 a 1, Santa Cruz/RN
@agrotrairi
f/agrotrairi

Nenhum comentário: