CASA DOS CICLISTAS

VINTZ SANTA CRUZ/RN

agro

MARMORARIA GRANFORTH

SANTA CRUZ CLÍNICA VETERINARIA

SANTA CRUZ CLÍNICA VETERINARIA

Museu Rural Auta Pinheiro Bezerra

CURTA NO FACEBOOK!




quarta-feira, 28 de abril de 2021

RN tem melhor março em 10 anos na geração de vagas de emprego

Foto: Agência Brasília
O Rio Grande do Norte registrou a melhor geração de empregos em um mês de março dos últimos 10 anos. Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) foram divulgados nesta quarta.

O Rio Grande do Norte teve saldo positivo, gerando 2.116 novos postos de trabalho com carteira assinada.

O Caged aponta que o estado teve, em março, 15.362 admissões e 13.246 desligamentos, gerando o saldo positivo.



O saldo acumulado de novas vagas geradas no Rio Grande do Norte até março deste ano é 204% maior que o acumulado nos três primeiros meses do ano passado, quando o estado teve um déficit de 5.924 vagas de emprego formal.

Ao todo, foram 45.272 contratações e 39.107 demissões, gerando o saldo positivo de 6.165, entre os meses de janeiro, fevereiro e março no estado, em 2021.

Cidades



Em março, Natal abriu 1.361 novas vagas de emprego formal. O município de Parnamirim gerou no mês um saldo de 641 novas vagas, seguido de Caicó (163 vagas) e Pedra Grande (111 vagas). Os municípios onde houve as maiores quedas no número de vagas foram Mossoró (596 vagas perdidas), Apodi (344 vagas perdidas) e Baia Formosa (242 vagas perdidas).

Setores



As micro e pequenas empresas potiguares realizaram 3.017 novas contratações com carteira de trabalho assinada, compensando as perdas de vagas verificadas nas empresas de médio e grande portes. Com isso, o Rio Grande do Norte acumula o saldo positivo de 6.165 novos postos de trabalho formal abertos no primeiro trimestre de 2021.

Assim como em janeiro e fevereiro, o setor que mais gerou empregos formais no RN em março foi o de serviços, com saldo positivo de 1.834. Em seguida, o setor de construção foi quem mais abriu postos de trabalho neste período: 774.

Com informações de G1-RN e Novo Notícias




Nenhum comentário: